Minha foto
Paulista, Pernambuco, Brazil
As vezes sou poeta. As vezes sou poesia. Folhas ao vento que viajam em pensamento. As vezes sou um sorriso e um olhar. Sou perfume da essência a igualar. As vezes sou a gota d’água que faz toda uma diferença. As vezes sou menino, as vezes sou homem. As vezes sou livre! Quero ser eu de mim mesmo. As vezes nem existo!

31 de maio de 2010

A melodia do Tempo

Badaladas... Badaladas essa é a melodia do tempo. 

Tempo esse que não para... 
Tempo é esse que não volta. 

Tempo esse, que vira e volta na revira volta nos faz chorar, sentir medo, ódio, desprezar, ignorar. 

Que tempo é esse que no tempo com o seu tempo no tempo certo nos proporciona tantas coisas?

A realidade é que nem sempre sabemos aproveitar o tempo no tempo certo do tempo que o tempo nos dar. 

Nunca deixe de fazer amanhã o que você pode fazer hoje! Badaladas... Ouça a melodia do tempo.
Ela ecoa em alto som! 

Badaladas...

De onde vem? Para onde vai?
Que melodia é essa que sai do Norte para o Sul, do Leste ao Oeste e nesse ciclo nunca para?
Que melodia é essa que não cessa e jamais cessará?
Melodia essa que contagia que estar no ar, na mente, no corpo, na alma que me envolve me distorce, me faz pensar.
É um som diferente que me alucina, e me fascina.
Fugir?
Não. Não posso!
Não conseguiria se eu for ao mais fundo do mar ele estará lá.

Os relógios param, as horas passam e o tempo não para.
Passado, presente, futuro.
Ouviu-se, se ouvi e se ouviram a melodia do tempo, melodia suave quase impercebível só aqueles que vivem a essência da vida conseguem ouvir.

Então corre depressa, apressa os passos no compasso no tempo com o tempo do tempo. 

Mas alerto cuidado! 

Pois já tentei passar na frente do tempo sem que ele me desse o seu tempo no tempo certo.
Arrependi-me por um momento quase parei no tempo para o tempo.

O tempo no seu tempo me deu mais uma chance, chance essa que não vou desprezar!

Cuidado! 

Saibas o que iras fazer com o tempo que o tempo te dar, pois, um erro é fatal. 
Saber dar valor ao tempo que o tempo no tempo certo nos dar é um dom, e saber utilizá-lo uma dádiva. 

Saibas que os relógios param e você um dia vai parar para o tempo, mas o tempo nunca cessará as suas Badaladas
Vivemos numa correria só, o que fazer? Como fazer? Devo fazer? Vou? Não vou?

Que tempo corrido...

Para por favor!
Alguém grita do Norte.

Não sabendo ele que o tempo também é cruel com os que não o dá valor.
 E o tempo no seu tempo mais uma vez alerta!
Tudo acontecerá no tempo com o tempo que o tempo de dará.

Cada instante é único.
Esse som é constante, pois o tempo é o seu próprio dono. 
Só ele sabe te dizer qual o tempo que o tempo tem, e mesmo que ele te dissesse você não saberia o tempo do tempo no tempo certo que ele tem. 

Posso ouvir as badaladas.
Esse som nunca cansará de martelar na minha cabeça.

Sai te imploro!
Alguém bradou do Sul, com voz tremula!

Meu Deus!
 Ecoa um som Leste, som de desespero!

 E alguém em voz tranquila diz: O tempo parou para ele!
Há lágrimas e choro.

Nasceu... Nasceu!
Alguém grita em alta voz do Oeste.

E um som temeroso vindo no vento... Badaladas... Badaladas.




E se ouviu uma voz num cantinho dizendo: É o som do tempo!
Que acaba de fazer parte desse ser.
Abrace todas as oportunidades que o tempo com o tempo no tempo certo do tempo te dá, porque o hoje, o agora, o instante não volta.
Mas a melodia do tempo não cessa.
Badaladas... Badaladas... Essa é a melodia do tempo.

Badaladas... Badaladas...
Dedicado à Vera Lu Pereira
Glebson Lima

6 comentários:

Carllos DMello disse...

A...O!
Vc soube buscar do seu íntimo o que há de melhor em relação ao tempo!
E algo a acrescentar ele, o tempo, não nos perdoa!
É nosso maior inimigo!
Parabéns!
Vc está no caminho certo,continue!!!Sempre!!
ETAPAS!!
Carllos

- gℓєвѕση' lιмα. disse...

Obrigado Meu caro amigo!
Os relógios param as horas passam e o tempo não para. Essa é a melodia do tempo.

Jenny disse...

- super inspiradoo .
Nunca vi alguém falar
assim desse assunto,
parabéns, vc tem o dom!

- gℓєвѕση' lιмα. disse...

Amém, a realidade estar em nossa frente basta querermos enxergar.
Badaladas... Badaladas... Essa é a melodia do tempo.
E o tempo não volta!

Vera disse...

muito lindo amo0r adoreii.

Monssy Gardney disse...

Para alguns o tempo é um aliado, já para outros um inimigo inigualável. O tempo para mim é simplesmente uma interrogação.