Minha foto
Paulista, Pernambuco, Brazil
As vezes sou poeta. As vezes sou poesia. Folhas ao vento que viajam em pensamento. As vezes sou um sorriso e um olhar. Sou perfume da essência a igualar. As vezes sou a gota d’água que faz toda uma diferença. As vezes sou menino, as vezes sou homem. As vezes sou livre! Quero ser eu de mim mesmo. As vezes nem existo!

25 de novembro de 2010

Eterno companheiro


O Silêncio me atrai e encanta. 
O que serei eu sem o silêncio?

 Como posso me calar se dele dependo e preciso? 
Eterno companheiro és meu refugio eterno, de ti sempre preciso.
Contigo aprendo a ser forte.

Prefiro me calar.

Glebson Lima

4 comentários:

Anônimo disse...

LINDOOOO!!!!! O SILÊNCIO NADA MAIS É DO Q UMA VIRTUDE Q MUITOS NÃO TEM,FICAR EM SILÊNCIO É SER SABIO.
BJKS TE DOLO MUITO AMIGOOO.
PARABÉNS POR VC TER FICADO EM SILÊNCIO.

DEBY REIS.

MichelleM. disse...

As vezes é melhor a companhia do silêncio,é sempre melhor ouvir do que falar,não é mesmo?
Adoreeei...


Beijos!!!

leely.sarhuam disse...

Silêncio... a virtude que nem todos sabem cultiva...
O silêncio tem mtt palavras...
Lindo texto (L'

sarah disse...

adoreei pq muintas vezes o silÊncio nos mostra uma parde muinto linda da vida bjjs